© 2017 Travel Sweet Home.

  • Instagram Black Round

Quem diria, esquiando no Kazakstan!!

21.03.2019

Oi gente, tudo bem?

 

Ando meio sumida por aqui né? Minha vida tem estado tão movimentada, vocês não imaginam.

 

A última vez que falei com vocês estava ainda me acostumando a ideia de morar em Oman.

Hoje depois de 7 meses morando aqui, já estou super adaptada, com a minha casinha em ordem e pronta para voltar à ativa no blog.

 

Quem me acompanha pelo Instagram, sabe que as viagens não pararam durante esse tempo, também impossível né? Quem me conhece sabe que o meu lado wanderlust fala sempre mais alto. 😊

 

As duas últimas viagens que fizemos foi para um destino de neve. A primeira foi para um país que nunca na minha vida imaginava que fosse conhecer, o Kazakstan. A última para Geórgia, esse sim estava na minha wish list desde que me mudei para cá. 😊

 

O David ama esquiar. Eu, antes dessas duas viagens não era tão fã assim, mas devo confessar que hoje depois de muitos tombos, muitos roxos, skiar se tornou um passatempo divertido.

 

Quando morávamos na Ásia eu louca por praia como sou, nossas viagens sempre se resumiam a praia. Quando mudamos para Oman, e o David começou a pesquisar sobre destinos de neve, ele viu que tinha inúmeras opções de viagens de ski bem pertinho. Claro ele não perdeu tempo e começou a planejar.  Nada mais justo certo?

 

 

 Nosso primeiro destino foi o Kazakstam. O Kazakstan é um país localizado na Ásia Central, sendo o maior país com costa marítima do mundo e o nono maior do planeta. A língua oficial do país é o  cazaque, enquanto o russo é considerado oficial  para todos os níveis administrativos e institucionais. O nosso destino escolhido no Kazakhstan foi Almaty, famosa como destino de neve por ter sediado os jogos Asiáticos de inverno de 2011.

 

Apesar de ter voos direto de Muscat para Almaty, como fomos em “alta temporada” os preços estavam caríssimos. Uma das vantagens de morar em Muscat, é que estamos apenas 4 horas de carro de Dubai, e Dubai tem companhias como a Fly Dubai que oferecem preços de passagens mais em conta. Como conseguimos uma super oferta partindo de Dubai, dessa vez viajamos por lá. 😊

 

O tempo de voo de Dubai para Almaty são de 4 horas. Quando chegamos no aeroporto contratamos um transfer para levar a gente até Shymbulak. Como o propósito da viagem era esquiar, pegamos um hotel ski on ski out na própria montanha o: Shymbulak Ski Resort Hotel. Eu super recomendo esse hotel, foi a primeira vez que pegamos um hotel skin on skin out e tenho que admitir que faz toda a diferença. Nada como poder acordar às 8:30 da manhã, tomar o seu café tranquilo e está apenas 5 minutinhos a pé do lift. Isso sim é qualidade em viagem de ski. 😊

 

E o melhor de tudo? Kazakhstan é um destino muito barato. Para vocês terem uma ideia de preço, a diária nesse hotel estava na faixa de 50 USD (188 reais), preço totalmente fora da curva para hotéis de ski. Como disse eu amei o hotel, os quartos super limpinhos, água para o banho quentinha. O café da manhã uma delícia, e o melhor de tudo eles ainda têm um restaurante que é maravilhoso e serve pastelzinho de carne frita!!!! Ahhh e sem falar nos vinhos. 😊

A única coisa é que como esse é o único hotel na estação, é preciso reservar com antecedência principalmente nos messes de alta temporada.

 

 

Tenho que confessar que eu não estava muito animada em esquiar, infelizmente as minhas experiências com ski até o momento não tinham sido das melhores. Mas o que não fazemos pelo marido né? Por que não dar uma segunda chance para o esporte preferido dele?

Enfim, depois de enrolar bastante no café da manhã, não tinha mais jeito, era hora de partir para a montanha e começar os tombos. ☹

 

Nossa primeira parada foi para alugar os equipamentos. A qualidade era ótima, os equipamentos eram super novinhos e conservados. O preço também totalmente fora da curva, alugamos os equipamentos por 3 dias sendo que eu vou de ski e o David de Snow por apenas 50 reais o dia, ou seja, 150 reais. 😊. Segundo o David esse é o preço de 1 dia em uma estação legal no Canadá. O passe da estação também foi muito barato, lembro que pagamos 95 reais (final de semana) e 65 reais (dia de semana). Lembrando que esse valor é por dia.

 

Antes de qualquer viagem eu pesquiso muito sobre o lugar, e descobri que em Shymbulak tinha uma escola muito boa de ski para quem estava começando. Essa escola era super recomendada principalmente pelos seus professores. A maioria são competidores inclusive olímpicos, olha que legal! Eu fiz aula 2 dias dos 3 que eu fiquei lá e só tenho a agradecer a minha professora Nathalia, um amor de pessoa. Graças a ela depois do meu primeiro dia de aula eu estava realmente esquiando. Vocês nem imaginam a sensação de vitória que eu senti! Conseguir descer uma pista Azulzinha (intermediária) sem cair!

 

 

 

 

As aulas lá também foram muito baratas, paguei 30USD (113 Reais) a hora para uma aula particular. Lembro que a outra aula que fiz na argentina paguei 100USD por hora para uma aula em grupo. E que tenho que admitir que não me serviu de nada, ou melhor só para ter roxos no meu corpo... heheheh

 

Depois de 2 dias fazendo aula foi a hora de realmente vencer o meu medo, e ir em uma pista um pouquinho mais inclinada. Claro não vou dizer que não teve tombos, teve sim. Mas como disse o David tombos controlados... heheh

Eu fiquei muito feliz pois nesse dia eu realmente venci o meu medo, na verdade agora entendo que ski e muito disso, você não pode ter medo.

 

 

Eu gostei muito da estação, mas achei que para quem está começando no esporte como eu ela não tem muita opção de pista intermediária. Isso não foi um problema para mim, mesmo porque as pistas lá são longas, ou seja, da para se divertir bastante.

 

Bom, o que posso dizer, depois de 3 dias fui embora com gostinho de quero mais!! Eu amei o Kazakstan ou melhor Shymbulak. A estação é muito organizada, com muitas opções de restaurantes e cafés. A vista das montanhas é maravilhosa. O pessoal muito amável e apesar de não dominar muito bem o inglês sempre muito prestativo em te servir e te ajudar. Por ski ser um esporte caro segundo o David, esse com certeza é a melhor opção de viagem de neve considerando o custo X benéfico.

 

 

 

O que posso dizer, eu AMEI essa viagem e não vejo a hora de voltar no ano que vem!

Com certeza, enquanto estivermos por aqui esse será o nosso destino número 1 de viagem de neve.

No meu próximo post conto para vocês como foi esquiar na Geórgia, outro lugar que amei!!!

 

Beijos,

Vanessa 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now