© 2017 Travel Sweet Home.

  • Instagram Black Round

Hanoi e Halong Bay: Duas Pérolas do Vietnã.

24.05.2018

Olá gente,

 

Tudo bem?

Hoje vim compartilhar com vocês a nossa viagem pelo Vietnã, um lugar que ameiiiii conhecer!!

Não sei se já comentei com vocês, mas uma das coisas que mais adoro em morar aqui na Malásia é o fato de termos muitos feriados durante o ano! heheh

Vamos combinar ne? Eu seria hipócrita se não assumisse isso, ainda mais aqui na Ásia que estamos tão pertinho de vários lugares paradisíacos que sempre sonhamos em conhecer.

No último feriado foi a vez de conhecer o Vietnã. O Vietnã,  tem vários lugares legais para visitar, mas como teríamos só 4 dias tivemos que escolher entre Hanoi e Ho Chi Minh, as principais cidades turísticas do país.

Escolhemos ir para a caótica Hanoi e a deslumbrante Halong Bay.

Hanoi está apenas 3 horas de voo de Kuala Lumpur, como a maioria de nossas viagens por aqui optamos por viajar de  Air Asia.

Hanoi está uma hora adiantada em relação a Kuala Lumpur, o idioma oficial é vietnamita mas a maioria das pessoas falam inglês. Em toda a Ásia, os países são muito preparados para o turismo. Uma das coisas que amo ver por aqui!

A moeda é o Vietnam dong, sua relação com o dólar é 1 para 22, ou seja, somos ricos lá galera!

Para visitar o Vietnã, brasileiros necessitam de visto. Eu particularmente não sei como funciona o visto, pois quem possui a cidadania europeia pode ficar ate 12 dias no país sem visto.

Em Hanoi escolhemos nos hospedar no old quarter, ou seja, a parte mais velha da cidade, que fica próxima ao Lago Hoàn Kiêm.

Buscamos sempre em nossas viagens hotéis bem localizados que nos permita fazer algumas atividades a pé, e claro que esteja uma distância razoável a pé do centrinho e dos restaurantes.

 

 

Nosso Roteiro

 

Dia 1:

 

Chegamos em Hanoi a noite, na verdade já era bem tarde e não conseguimos encontrar nada aberto para jantar. Tiramos nesse dia uma lição valiosa que agora compartilho com vocês. Gente, juro nunca viagem sem ter pelo menos uma barrinha de cereal na bolsa. Pensamos que íamos chegar em Hanoi e iriamos encontrar algum restaurante legal para jantar. Bom, pensamos errado. A nossa sorte foi que o quarto tinha uns salgadinhos! Heheh

Na manhã seguinte acordamos e fomos para Halong Bay!!!! Halong Bay foi declarado patrimônio mundial da Unesco em 1993. Ela conta com cerca de 1969 ilhotas. A maior parte da ilha não esta habitada o que torna o cenário ainda mais lindo! As ilhas em Halong Bay são compostas por muitas cavernas, praias e grutas. Reza a lenda que quando um grande dragão que vivia nas montanhas correu até ao mar, a sua cauda cavou vales que mais tarde foram enchidos com água, deixando apenas pedaços de terra à superfície, ou seja, as inúmeras ilhas que se avistam na baía.

O que posso dizer o cenário e realmente é deslumbrante!

 

 

Para visitar Halong Bay você tem duas opções: tem passeios diários com agências de turismo que partem de hanoi, passam o dia em Halong Bay e retornam para Hanoi, ou você pode optar por fazer um cruzeiro de 1 ou 2 noites. Não preciso nem dizer qual escolhemos ne? Heheh

Decidimos fazer o cruzeiro com a companhia Paradise Luxury Cruise, super recomendo não tivemos nada a reclamar.

Como estamos em Hanoi, as 8 da manhã uma van do Paradise veio nos buscar no hotel. De Hanoi a Halong Bay são mais ou menos 4 horas de carro.  A viagem é bem cansativa, pois o trânsito é caótico!

Assim que chegamos em Halong Bay fomos direcionados a base do nosso cruzeiro, onde deixamos as malas e realizamos o check-in.

 

 

Após realizar o check-in um carrinho de golf nos levou para o píer, e la os staffs  nos direcionaram ao  nosso barco.

O Paradise Cruise tem várias categorias, nós escolhemos a Luxury e nosso barco contava apenas com 6 quartos. As categorias do cruzeiro afetam apenas o modelo/ tamanho do quarto e o cardápio apesar de todos eles serem comida all inclusive.

 

 

 

 Assim que chegamos no barco fomos direcionados para o restaurante, os staffs fizeram uma dancinha de boas vindas super bonitinha e depois se apresentaram. Foram apresentadas também todas as atividades do cruzeiro que estavam disponíveis durante a nossa hospedagem.

Como o check-in foi as 12, logo após as apresentações o almoço já foi servido! Gente, que comida maravilhosa!!!! Era um menu degustação de 3 pasos, entrada, prato principal e sobremesa.

As bebidas não estavam inclusas, mas os preços das bebidas alcoólicas estavam bem ok. Nada fora do normal.

 

 

 

Após o almoço nossa primeira parada foi em uma fazenda de pérolas. Nós tínhamos duas opções: ou podíamos apenas fazer o tour pela fazenda, ou podíamos usar esses 40 minutos que o barco ficaria lá para andar de caiaque. Quem conhece o meu marido, lógico que já sabe que tive que ir para o caiaque ne? Heheheh Mas devo confessar foi bem melhor do que eu esperava!

 

 

 

 

Depois da fazenda de pérolas, a nossa próxima parada foi em uma caverna. Tivemos 40 minutos para explorar e passear pela caverna. A caverna em si, tenho que confessar que não me chamou muita atenção. O que eu adorei foi o point view que tem ao final dela. Conseguimos ter uma linda vista de Halong Bay!

 

 

 

Esse foi o último passeio do primeiro dia. Depois disso, seguimos para o barco para tomar um banho e descansar para as atividades da noite.

As 18 horas (horário do por sol) tivemos uma aula de culinária no deck do barco. A aula foi muito divertida. Aprendemos a fazer rolinho primavera e degustamos um licor típico vietnamita. Mas sem sombra de dúvida o grande destaque da tarde/noite foi o por do sol. Simplesmente maravilhoso!!!

 

 

 

 

As 21 horas foi servido o jantar. O jantar assim como o almoço foi um menu de 3 passos e estava uma delícia!!

Após o jantar foram apresentadas as atividades do dia seguinte. As 6:30 da manhã teria uma aula de alongamento no deck do barco, essa claro eu passei!! Logo após o café da manhã fomos para um point view de mais ou menos 700 escadas para ter a melhor vista de Halong Bay. Gente, juro a escadaria valeu a pena, a vista era ainda mais bonita do que a do dia anterior! Após esse passeio regressamos para Halong Bay.

 

 

 

Assim que chegamos em Halong Bay fomos encaminhados para o lugar que havíamos chegado e feito check-in onde tivemos que esperar as vans para retornar a Hanoi.

Enquanto esperávamos foi servido um brunch de comida vietnamita que estava uma delícia!

Todos os passeios que citei acima e todas as refeições estavam incluídas no preço da diária. A única coisa que tivemos que pagar a parte foi o aluguel do caiaque ( 20USD) e as bebidas. O barco também conta com um SPA que é cobrado a parte.

Essa foi a minha primeira experiência em um cruzeiro e eu juro sai de lá já querendo programar outro de pelo menos 4 dias. Eu simplesmente  ameiiiii!!!!

 

 

 

Dia 2:

 

Depois da viagem de 4 horinhas de van no trânsito caótico chegamos a Hanoi. Fomos para o hotel fizemos o check-in e saímos para bater perna!

Como nosso hotel estava pertinho do lago nossa primeira parada foi lá. O lago é bem legal. Como sou de BH me lembrou um pouco a lagoa da Pampulha. Nos finais de semana a avenida em frente ao lago é fechada e o as crianças e famílias aproveitam para passear, andar de bicicleta e brincar. Em volta do lago tem muitos restaurantes e cafés legais também.

Caminhando a margem do lago, ao final nos deparamos com o templo Ngoc Son. Ele se conecta com a margem do lago por uma linda ponte vermelha. 

 

 

O templo é uma gracinha, para entrar é cobrado um ingresso de 20.000VND ( cerca de 1 Dólar). O que mais me chamou atenção nesse templo é  que em sua sala principal há uma tartaruga de 250KG embalsamada. Reza a lenda que a tartaruga ofereceu uma espada mágica  a um jovem pescador que se encontrava a beira do lago. Com essa espada o pescador conseguiu expulsar os chineses que haviam invadido o Vietnã, libertando assim o povo vietnamita. Dez anos após o ocorrido o jovem pescador foi surpreendido pela tartaruga que agarrou a espada e desapareceu nas profundezas do lago. O rei decidiu então construir um templo para honrar a tartaruga.

 

 

 

Não deixem de passear pelo tempo e pela ponte a noite também pois, eles ganham outra cara quando estão iluminados.

Depois de passearmos pelas margens do rio como estava a noite, seguimos para o night Market.

Sem sombras de dúvida, o night Market de Hanoi é um dos meus preferidos da Ásia. As coisas são muito bonitinhas e muito muito muito barato!!

Outra coisa que eu adorei foram uns cartões que eles fazem de madeira. Os cartões são muito fofos, eu nunca tinha visto nada parecido antes. Adorei! Principalmente o preço ( cada um saiu por menos de 1 dólar).

 

 

 

 

Em Hanoi tem muita comida de rua também, eu não me atrevi a experimentar nenhuma. Gente, juro eu não sou fresca com comida. Mas a de Hanoi de rua não da para encarar. O pessoal coloca o fogão no passeio e lá eles cozinham, até ai tudo bem....

Mas na hora que eu vi que eles lavam a louça na rua eu não consegui encarar. Acho que nesse caso as fotos vão falar por mim.

 

 

 

 

 

Dia 3:

Começamos o dia na Pagoda Tran Quoc. A padoga encontra-se a margem do lago Ta Hoy. Para entrar na padoga pagamos 20.000V (cerca de 1 dólar). Ela é muito frequentada pelos locais, que vão lá fazer suas orações. Eu me senti super bem lá, acho que o fato de ela estar pertinho do lago transmite uma sensação de paz e calmaria. Quando for visitar a padoga é importante ficar atento as roupas, principalmente as mulheres. Não é  permitido a entrada se você estiver com os ombros de fora e com roupas acima do joelho.

 

 

Após a Padoga, como estávamos a uma distância bem próxima a pé seguimos direto para o complexo Ho Chi Minh.

O complexo é composto por um museu, a antiga residência de Ho Chi Minh, uma padoga e o mausoléu de Ho Chi Minh.

Ho chi minh é considerado um ídolo pelos vietnamitas, ele foi um revolucionário no período da guerra do Vietnã.

Infelizmente, não conseguimos entrar no mausoléu, pois como era feriado nacional ele estava fechado para visitas. Seguimos então para o museu onde é cobrado um valor de 40.000 ( cerca de 2 dólares) para  fazer a visita.

Bom, infelizmente não tive uma experiencia muito agradável no museu. O museu parece ser bem interessante, mas não conseguimos aproveitar e visita-lo. Assim que entramos, juro tinha um mar de gente!!! Estava muito muito cheio.... O segurança do museu nos informou que como era feriado, os locais entravam de graça no museu e ai não deu outra estava simplesmente lotado. Foi impossível visitar as salas, demos apenas uma volta rapidinha e saímos. Uma pena, pois parecia ser bem interessante...

 

 

 

Depois da nossa visita frustrada ao museu seguimos para a antiga residência de Ho Chi Minh, como a fila na porta estava quilométrica nem nos atrevemos a entrar. Pois ficamos com medo de entrar e não conseguir visitar como aconteceu com o museu.

Dizem que a residência é bem legal, mas infelizmente ficou para a nossa próxima visita a Hanoi.

Após visitar o complexo seguimos a pé para o templo da literatura. A entrada custou 20.000 (cerca de 1 dólar). O templo da literatura é um lugar bem bonito e calmo, nem parece que estamos no meio da caótica hanoi. Hoje o templo é apenas voltado para o turismo, antigamente lá funcionava a primeira universidade do Vietnã.

 

 

 

Do templo da literatura pegamos um taxi pois estava muito quente e seguimos para o nosso ultimo destino do dia a Hoa Lo Prison. Essa prisão foi construída pelos franceses, e serviam de cárcere para os vietnamitas revolucionários que lutavam pela independência. A entrada custou 20.000 (cerca de 1 dólar). O museu é bem interessante, conta a historia da guerra e de seus prisioneiros revolucionários.

 

 

 

A noite fomos fazer um programa superrrr diferente que descobri nas minhas pesquisas google. Fomos ao Thang Long Water Puppet Theatre. Quando eu viajo adoro pesquisar coisas diferente para  fugir do básico sabe? E essa descoberta foi muito legal! O thang long é  um teatro de marionetes na Água . Muitoo legal! O ingresso custou apenas 40.000 (cerca de 3 dólares). Sugiro comprarem com antecedência pois apesar de ter várias sessões durante o dia, como o teatro não é muito grande, costuma esgotar os ingressos.

 

 

 

 

Dia 4:

 

Esse dia iriamos embora a tarde, como teríamos só a manhã para passear optamos por fazer um free walk tour pelo old quarter.

Foi super legal! A nossa guia era um amor, uma vietnamita de 16 anos que está estudando para fazer medicina. Eu adoro fazer esses free walk tour com os locais, pois é uma maneira da gente conhecer realmente como é a vida no país.  Foi muito interessante as informações que ela foi nos passando, aprendi muitas coisas que não fazia ideia, por exemplo: ela nos disse que 90% dos vietnamitas não tem religião, apesar da cidade ser lotada de templos. Ela me explicou que eles só vão aos templos e acendem incensos para pedir por coisas boas e por prosperidade.

Outra cultura local que achei super interessante é o fato de que eles sempre mantêm em casa um altar com incensos pois eles acreditam que o incenso leva para o céu as orações que eles fazem todos os dias para as pessoas da família que já morreram.

Ao final do nosso tour ela nos levou a uma cafeteria bem local para experimentarmos o famoso egg coffe. Um café típico de hanoi. Eu achei bem gostoso, é um café batido com uma espuma de ovo. Ele fica bem cremoso e por incrível que pareça não fica com gosto de ovo.

 

 

 

Gente eu ameiiiiii o Vietnã!!!!! Depois de um ano morando aqui na Ásia foi o primeiro lugar que visitei que realmente me fez sentir que estava na Ásia.

Com certeza irei voltar!!!

 

 

 

 

Beijos,

Vanessa 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now